Política

Delegado Waldir diz que deputados do PSL que vão apoiar Lira, farão em troca de cargos e emendas

Postado em: 20-01-2021 às 19h30
Após o deputado federal Vitor Hugo dizer que está articulando a ida do PSL para o bloco que apoia o candidato de Jair Bolsonaro à presidência da Câmara, Waldir afirma novamente que não irá | Foto: reprodução

Nathan Sampaio

O atrito entre os deputados federais goianos do PSL, Delegado Waldir e Vitor Hugo, continua após Waldir afirmar que seria uma traição ao próprio partido a ida da legenda para o bloco que apoia o candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL), que também é o postulante do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O desentendimento acontece, pois atualmente o PSL está no bloco que apoia o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), e que representa a continuidade do mandato de Rodrigo Maia (DEM-RJ).

“Eu não vou trair o meu partido. Traição não é comigo não. Em relação a essa informação de que parte dos integrantes passarão a apoiar o Arthur Lira, não é porque o Arthur Lira é bonito, não, é porque tem dinheiro na jogada”, afirmou Delegado Waldir. 

Ainda de acordo com o deputado, ele acredita que os integrantes do PSL que aderirem ao bloco de Lira, farão isso em troca de cargos e emendas. "Não entro em negociação, em treta, isso é ‘trem’ de malandro, eu não entro nessa ceara, ok?”, garantiu o parlamentar. Apesar disso, Waldir disse que, caso Luciano Bivar (PSL-PE), que é presidente nacional da legenda, deixar de apoiar Baleia, ele aceitará o que for decidido.

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar